• melhores práticas do uso
    das Tecnologias de Informação
    e Comunicação no Ensino
  • Comunidade de Prática
    apoiada por ferramentas
    virtuais e sociais
  • promover o uso
    de redes da nova geração
    pelas comunidades educativas

SumÁrio

Nos últimos anos, a nível europeu, houve um aumento na implementação de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, devido a diferentes estratégias e políticas implementadas em vários projetos, desde os anos 80. É necessário, neste contexto, analisar, refletir sobre a situação atual e produzir diretrizes que apontem para a melhoria do ensino e aprendizagem com as TIC. Em particular, olhando para o ensino das Ciências, onde as ferramentas das TIC podem substituir, em parte, laboratórios caros. Assim, este projeto tem como objetivo principal traçar um roteiro de implementação / utilização de Tecnologias de Informação e Comunicação em escolas básicas, secundárias e profissionais, de modo a avaliar a sua utilização e, assim, projetar diretrizes a fim de encontrar melhores práticas do uso das TIC no processo ensino-aprendizagem no domínio das Ciências. Isto será alcançado através de uma extensa discussão de profissionais e tomadores de decisão reunidos numa comunidade de prática apoiada por ferramentas virtuais e sociais.

Os resultados esperados do projeto são: (1) apresentar um inventário das TIC existentes nas escolas básicas e secundárias na Europa e as lacunas existentes no software e hardware, em especial nas Ciências, (2) mostrar o impacto da introdução das TIC na sala de aula para esse fim, (3) analisar os procedimentos de formação de professores na utilização das TIC e avaliar a motivação dos alunos e professores para utilizar as TIC na sala de aula e (4) identificar recomendações e boas práticas para o uso das TIC em Ciências, na sala de aula.

A realização deste projeto vai de encontro com o projeto Agenda Digital 2015, cujo foco é o de "promover o uso de redes da nova geração pelas comunidades educativas, fornecendo serviços e conteúdos de interesse educativo, melhorando a infraestrutura e equipamentos tecnológicos existentes nas escolas públicas" e do Plano Tecnológico da Educação, que identifica a necessidade de formação e certificação de professores para a modernização escolar na Europa.

Vídeo



Twitter